Além do pastor Koh, outros líderes cristãos também foram sequestrados

Fonte: Portas Abertas

Quando lembramos dos cristãos desaparecidos na Malásia, pensamos no pastor Raymond Koh e também no casal de pastores Joshua Hilmy e Ruth Sitepu. A esposa de Raymond Koh, Susanna Koh, e o grupo de ativistas, conhecido como CAGED (Cidadãos Contra o Desaparecimento Forçado) ligaram o desaparecimento de Raymond Koh ao desaparecimento do casal de líderes cristãos. Eles foram vistos pela última vez em 30 de novembro de 2016, enquanto o pastor Raymond Koh foi levado em 13 de fevereiro de 2017.

Um amigo do casal, Josiah Peter, registrou um boletim de ocorrência depois de não conseguir contatá-los, então, a Comissão de Direitos Humanos da Malásia (Suhakam) começou a audiência sobre o desaparecimento de Joshua e Ruth em fevereiro de 2020. Há fortes evidências de que Joshua e Ruth também foram vítimas de desaparecimento forçado por causa de atividades cristãs, alcançando muçulmanos malaios para Cristo, algo que é ilegal no país.

Em agosto do ano passado, o caso do desaparecimento do pastor Joshua Hilmy e da esposa Ruth Sitepu foi reaberto. Novos documentos foram submetidos ao inquérito público da Comissão de Direitos Humanos da Malásia (Suhakam). Dentre as novas provas estão certificados, cópias de e-mails e fotografias. Mesmo após a análise dos novos documentos, ainda não se sabe o paradeiro do casal.

Pedidos de oração

  • Clame para que as autoridades envolvidas no caso possam encontrar respostas para esses desaparecimentos, mesmo após anos de espera.
  • Interceda para que Deus dê sabedoria e coragem aos advogados para lutarem pela resolução do caso.
  • Ore pelos familiares e amigos do casal cristão, para que eles sejam consolados neste momento de incertezas.

Sobre o Colaborador

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.