Equipe que atende refugiados sírios no país está contabilizando os prejuízos e as consequências do acidente no trabalho da organização

Fonte: portasabertas

Uma explosão de grande proporção na área portuária de Beirute, capital do Líbano, devastou porto e grande parte da cidade.

A resposta rápida das autoridades retirou de cena qualquer suposição de atentado terrorista ou de grupos extremistas que atuam no Líbano. Com vários mortos e milhares de feridos, as igrejas cristãs responderam rapidamente ao pedido do governo e organizações por ajuda e já estão sobrecarregadas, apoiando em cada necessidade da população.

A Portas Abertas serve refugiados cristãos no Líbano por meio de parceiros locais, sendo que o país é crucial ao trabalho da organização, recebendo refugiados cristãos sírios que fogem da guerra e de ataques do Estado Islâmico.

A equipe da Portas Abertas no Líbano está em segurança e não foram atingidos pela explosão. Bem como os refugiados atendidos pela organização ou os pesquisadores de campo.

A situação no Líbano já era tensa devido à recente agitação política e subsequente instabilidade econômica. “A explosão só fez piorar a situação no país. Muitos dos suprimentos que chegaram pelo porto, foram igualmente destruídos e essa perda aumentará a insegurança alimentar de todos. Os refugiados que servimos estão entre os grupos mais vulneráveis e serão fortemente afetados”, afirma um colaborador da Portas Abertas no Líbano.

Embora o trabalho da organização não tenha sido afetado diretamente pela explosão, a equipe local está avaliando o que precisa ser feito para continuar atendendo os refugiados e o trabalho na Síria de maneira eficaz.

Pedidos de Oração

Por favor, ore por sabedoria à equipe local da Portas Abertas no Líbano

Ore pelo Líbano, pelas igrejas nestes tempos extremamente difíceis.

Clame ao Senhor por consolo às famílias que perderam seus entes na explosão. Que Deus conforte e cure aqueles que foram atingidos pela explosão e estão em atendimento hospitalar.

Sobre o Colaborador

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.